Entenda o transporte público de Vancouver

  por: Mari Mainardi

     Se você precisa usar transporte público em Vancouver, você tem duas opções: separar as moedinhas (no caso dos ônibus) ou comprar os cartões ou tickets individuais nos totens das estações de metrô (ônibus e metrô).

      Agora se você quer saber quanto isso vai custar, você precisa entender como a cidade é dividida para o cálculo das tarifas, a menos que escolha usar apenas ônibus, para o qual o valor da passagem é o mesmo independente de zona, dia ou horário.

     Há quatro principais opções de transporte público na cidade, o SkyTrain (o metrô de Vancouver), o SeaBus, os ônibus e o West Coast Express – linha de trem que circula entre Vancouver e Mission City somente de segunda a sexta-feira.  

     Não há – até o momento em que escrevo – aplicativos da TransLink para celular, mas a versão mobile do site carrega facilmente, e os trens tem conexão wi-fi, não se preocupe, deixarei alguns links úteis!  

TARIFAS DE TRANSPORTE POR ZONA- VANCOUVER

     Se você vai usar o SkyTrain ou o SeaBus, o valor da passagem vai variar conforme o horário e número de zonas que você irá cruzar em seu trajeto, como o sistema de acesso é tap in tap out (ou seja, você encosta o cartão pra entrar na estação – tap in – e novamente pra sair da estação – tap out) o valor será calculado no desembarque.  

Zonas transporte Vancouver

     Importante lembrar que por 90 minutos desde seu primeiro tap in, não são cobradas as integrações de transporte necessárias, ou seja, se você precisa usar o SkyTrain e em seguida um ônibus (ou mais), dentro deste prazo, não será cobrada mais nenhuma tarifa.

     As tarifas também são diferentes pra quem compra os bilhetes unitários (ou paga em dinheiro), e para quem usa o CompassCard – calma que falaremos mais dele. 

Zona 1 Zona 2 Zona 3
Individual/ Dinheiro 2.95 4.20 5.70
CompassCard 2.30 3.35 4.40

     O aeroporto de Vancouver fica na Zona 2, além do valor do bilhete referente a área, uma taxa de CAD 5.00 é cobrada de quem embarca/ desembarca por lá.

     Nos dias de semana após às 6:30 p.m. sábados, domingos e feriados, é cobrado o valor da zona 1 para todas as viagens, independente da zona.

     Há ainda a opção do passe ilimitado diário (CAD 10.25), e do passe mensal (zona 1 –  CAD 95.00, zona 2 – CAD 128.00 e zona 3 – CAD 174.00).

     E como dito anteriormente, a tarifa do ônibus não tem variação, será sempre cobrado o valor da zona 1, e não serão cobradas outras taxas para conexões dentro de 90 minutos. Como o valor independe do trajeto, não é necessário passar o cartão no leitor na saída.

AS LINHAS DO SKYTRAIN

São três linhas integradas em Vancouver:

    • Expo Lines  – conecta Vancouver a Burnaby, New Westminster e Surrey.
    • Millennium – conecta Vancouver a Burnaby, Port Moody e Coquitlam
  • Canada Line –  conecta downtown Vancouver ao aeroporto e a cidade de Richmon. Além de ligar a cidade ao aeroporto, também há uma estação próxima ao principal outlet de Vancouver.

Pra saber como chegar no seu destino, você pode planejar sua viagem através do link.

ÔNIBUS EM VANCOUVER

     Os ônibus serão bem úteis para conhecer regiões como a English Bay – onde o metrô não chega, Granville Island  e o Queen Elizabeth Park , por exemplo. Como já foi dito, a tarifa é única e as conexões gratuitas, o que faz desta a opção mais barata de transporte.

     E quando eu disse que as opções aqui são o CompassCard (que devem ser comprados nas estações do SkyTrain) ou moedas, falei sério rsrs, não há possibilidade de pagar em notas e não há cobrador ou troco, as moedas são depositadas em uma máquina pelo próprio passageiro. Não há como carregar o cartão nos ônibus!!

     Nem pense em não dar o lugar pra alguém mais velho ou uma grávido, o/a motorista irá chamar sua atenção rsrs, vi essa cena por mais de uma vez.

     Outra facilidade, é que a um suporte na frente dos ônibus para bicicletas. Você mesmo precisa prendê-la, mas os motoristas são super pacientes.

     Neste link você pode checar em tempo real quanto tempo falta para seu ônibus chegar, o sistema é baseado na localização do veículo.   

VANCOUVER SEABUS

     A embarcação conecta downtown Vancouver (zona 1) a costa norte ( zona 2), tem capacidade para 400 pessoas e é totalmente fechada – não há preocupação com o frio por aqui. Não usei este tipo de transporte, mas pelo que vi, o pagamento aqui é somente via CompassCard.


COMPASSCARD

     O CompassCard é um cartão recarregável de uso individual (não pode ser passado duas vezes consecutivas para a entrada de dois passageiros, por exemplo) .

     Se você for usar transporte público mais vezes durante sua estadia, vale a pena compra-lo. São cobrados CAD6,00 dólares pelo cartão, que podem ser reembolsados antes do seu retorno ou via correio.

     Com o cartão a tarifa do metrô é menor, você tem a opção de comprar o passe diário ilimitado e fica bem mais fácil pegar ônibus sem precisar ter sempre as moedinhas contadas.

     Outra vantagem, é que se seu crédito for insuficiente para o trajeto realizado, o cartão permite que a carga “fique negativa” naquela viagem. Isso é possível porque ninguém ( acho eu rsrs) vai querer pegar os seis dólares que investiu no cartão, e a esta diferença será debitada na recarga seguinte.

     Na entrada de todas as estações do SkyTrain há totens de autoatendimento onde você pode comprar seu CompassCard, o processo é simples, e você pode pagar com cartão de crédito ou dinheiro. Nestas mesmas máquinas você compra os bilhetes unitários ou recarrega seu cartão.

APPLE PAY TAMBÉM É ACEITO

     Por aqui a coisa é moderna, e pagar com seu Iphone ou Apple Watch também é possível! Só não é mais fácil porque ainda estamos pouco familiarizados com essas tecnologias por aqui rsrsr.

     Aproxime-se do leitor de cartões na entrada do ônibus ou catracas com seu Iphone ligado (não há necessidade de rede), toque duas vezes no botão com a tela bloqueada. Com o dedo posicionado no leitor de digital, aproxime o aparelho do leitor ( uma mensagem irá te instruir neste momento).

     A parte superior do aparelho deve estar próxima no leitor de cartão, uma mensagem de “ok” será exibida na tela. Para o Iphone X, use o botão lateral e desbloqueie com o detector de face.

     No caso do relógio basta clicar duas vezes no botão lateral e aproximá-lo do leitor até que sinta o toque que sinaliza a conclusão do processo.

     Não esqueça de fazer o mesmo na saída!!

     OBs: Você também pode usar o Samsung Pay ou Google Pay!

2 comments

Add Yours

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s