Saúde: cuidados antes de viajar

     Quando pensamos em viajar, seja para perto ou para longe, o que nos vêm na mente é: hotel com melhor custo-benefício, roteiro de viagem, comidas típicas, máquina fotográfica, clima local…Poucos de nós, porém se preocupam com outros aspectos da viagem não menos importante: os CUIDADOS COM A SAÚDE. Alguns estudos mostram que menos de 30% dos viajantes procuram informações neste aspecto.

    Cada lugar do mundo tem suas afecções mais comuns, alimentação característica, riscos de acidentes e violência, diferenças de atendimento na área de saúde e até mesmo vacinas exigidas para a entrada. Estes pontos são alguns dos aspectos abordados em uma consulta de Medicina de Viagem, área médica esta que tem por objetivo reduzir risco de patologias individuais dos turistas, bem como evitar a disseminação de doenças no mundo.

     A avaliação médica é indicada sempre que for realizar uma viagem e o melhor é que seja feita durante o planejamento da viagem. Dois meses antes do embarque é o período ideal, na grande maioria das vezes. Após este período, alguns cuidados de viagem podem não ser possíveis de serem realizados.

     Os serviços de atendimento aos viajantes estão disponíves no CRIEs (Centro de Referência a Imunobiológicos Especiais) de cada cidade/região do estado e em inúmeras clínicas particulares de atendimento.

     Algumas dicas valiosas para todas as viagens são:

  1. Avalie sempre o local que irá se alimentar – comidas cruas devem ser evitadas, a menos que em restaurantes com cuidados de higiene adequados.
  2. Cuidado com a água ingerida, nem todos os locais a água é potável. Até mesmo as vendidas em garrafas podem estar impróprias para consumo.
  3. Uso de repelente é importantíssimo, assim como filtro solar. O repelente deve ser o último produto a ser passado.
  4. Faça um seguro viagem.
  5. Esteja com as vacinas do calendário em dia.
  6. Alguns locais necessitam de medicações e vacinas específicas – como elevadas altitudes e acampamentos.
  7. Tenha sempre em mãos seus documentos – seja cópia ou original.
  8. As medicações de uso crônico devem ser levadas para a viagem.
  9. Faça um kit de medicações mais usadas
  10. Procure sempre um médico especialista para melhor orientação.
Dra Anne Layze Pediatra
Dra. Anne Layze Galastri  
CRM-BA 31.93 
 Médica pediatra,
Infectologista Pediátrica
e especialista em Vacinas e
Medicina de Viagem pela USP.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s