10% do garçom pelo mundo

Todo brasileiro que se preze sabe: ao final de um serviço em bares e restaurantes, vem os 10% do garçom.

person holding coins
Foto por rawpixel.com em Pexels.com

Eu já calculo tudo com 10% antes de consumir para não me assustar (ex. se um prato está 50 reais no cardápio, coloco na cabeça que custa 55 para ver se vale a pena haha).

Não venha me dizer que sou a única que, em muitos casos, escolho meu prato pela direita do menu (onde ficam os valores)? hahahaha.

Mas e quando estamos viajando? Como saber o que é de praxe por lá?

Já ouvi muita gente dizer que se enrola nessa hora então vão aqui algumas dicas:

Eua

EUA se você não der gorjeta é praticamente um insulto! E pode colocar o valor pra cima! Os americanos, muitas vezes são habituados a deixar 20%. WHAT THE F… yeah… mundo real!

E isso inclui todos os serviços, inclusive táxis. Se você não der gorjeta aos taxistas eles ficam beem mal humorados… Serviço de bar a cada bebida, camareiras, maleiros… todos esperam a famosa tip e inclusive já contam com isso na complementação da renda.

Eu sei, em dólar é ainda mais doído… sorry.

Único lugar que não costumo pagar tips é em fast foods! E como costumo comer muiiiiito neles quando viajo, já alivia! hahaha.

Ah! Miami também não é tãoooooo insulto (como NY, por ex), pois como muitos prestadores de serviço de lá são latinos, acaba que estão mais acostumados com nosso jeito.

architecture art building business
Foto por Ibrahim Boran em Pexels.com

Europa

Bem semelhante ao Brasil. Ninguém vai te tratar mal por não dar gorjeta em serviços em geral (como hotéis e táxis), mas se você quiser dar, são bem aceitas (quem não gosta, né?).

Já em restaurantes, muitas vezes não vem na conta como aqui, mas é esperado que se dê (não é tão constrangedor não pagar como as vezes é aqui).

bills capital cash cent
Foto por Pixabay em Pexels.com

América do Sul em geral (Argentina e Chile principalmente)

Também semelhante ao Brasil, mas os valores não costumam passar de 10% (em alguns lugares são apenas 5%).

person holding round white ceramic plate with food
Foto por rawpixel.com em Pexels.com

Caribe

Praticamente similar aos EUA. a maioria das ilhas já estão tão acostumadas a receber turistas que trabalham baseadas em gorjetas.

Mesmo se você pretende ficar em um resort all inclusive (quando a gente pensa que não vai colocar a mão no bolso hahaha), é sempre bom levar dinheiro trocado, o que é muito esperado por eles, principalmente nos bares dos hotéis.

wine glasses on beach against sky
Foto por Pixabay em Pexels.com

Ásia

Nunca estive na Ásia #precisocorrigirisso, mas já ouvi dizer que se você oferece gorjeta, muitos se sentem ofendidos! Principalmente no Japão. Cultura, né?

Mas também já ouvi dizer que com o aumento de turistas em todo o continente asiático, muitos já aceitam e consideram normal. Nem acham mais ofensivo. Então, fica a seu critério!

japanese lucky coin cat
Foto por Miguel Á. Padriñán em Pexels.com

Mas atenção! Isso são apenas ideias para guiar um pouco… Com a globalização e o intercâmbio cultural, está quase impossível notar grandes diferenças.

O importante é se prevenir e tentar receber o melhor serviço agradando o próximo (sem ir a falência haha), afinal, estamos de férias, né?

=)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s