8 dias no melhor da Bahia

Barra Grande, Itacaré, Trancoso e Caraíva

por Lua Sampaio (@meussonhosnamala)

Mirante do Havaizinho – Itacaré – Bahia – Brasil — foto: Lua Sampaio

Se é amigo das meninas do Malas ao Mundo, já é meu amigo também! E com amigos, a gente faz questão de compartilhar as coisas boas que encontra por aí né?

Eu sou a Lua, relato minhas viagens no Instagram Meus Sonhos na Mala e estou aqui pra compartilhar o meu roteiro por praias lindíssimas da Bahia:Barra Grande, Itacaré, Trancoso e Caraíva!

Claro que 08 dias é muito pouco pra desbravar tantos lugares lindos, mas deu pra conhecer o principal de cada um e deixar aquele gostinho de quero mais!

Primeira parada: Barra Grande

Ilha da Pedra Furada – Barra Grande

Fizemos nossa viagem de carro e começamos o roteiro por Barra Grande. Uma das dicas mais importantes que quero dar a vocês é que, se estiverem de carro, deixem em Camamu e atravessem de lancha.

As lanchas saem até às 17hs, mas é bom checar antes com as empresas. Como só chegamos a noite, tivemos que ir de carro até Barra Grande. São, aproximadamente, 50km de estrada de chão… os 20km iniciais são tranquilos, mas os 30km restantes estão em PÉSSIMO estado e a viagem é cansativa demais!

Em Barra Grande fomos direto pra pousada. Ficamos hospedados na Pousada Tortuga e é uma indicação que faço com toda segurança e alegria! A pousada é maravilhosa, fica na Praia dos Três Coqueiros que é linda e Mariano é um argentino super simpático, atencioso e que nos recebeu SUPER bem!

Pousada Tortuga – Barra Grande – foto: Lua Sampaio

O café da manhã é servido no jardim, o qual por sinal termina já na areia da praia! No dia seguinte fomos passear em Taipu de Fora. O pessoal da pousada entrou em contato com o rapaz da jardineira que foi nos buscar (pra quem não sabe, as jardineiras são carros pick-ups com bancos adaptados na carroceria). Esse transporte custou 15 reais por pessoa cada trecho (ida e volta) e já agendamos com ele mesmo o horário que queríamos retornar!

Taipu de Fora é uma praia muito, muito linda! As barracas têm estruturas muito boas e aceitam pagamento em dinheiro ou débito. Ficamos na Buda Beach, mas ao lado também tem o Bar das Meninas, as duas são bem conhecidas. Perto das barracas formam-se piscinas naturais quando a maré está baixa e o mar tem uma água supeeeer cristalina e calma! Foi uma das minhas praias preferidas da viagem! Lá eles oferecem aluguel de snorkel e também mergulho com cilindro para apreciar a vida marinha.

Taipu de Fora – Bahia – Brasil foto: Lua Sampaio

Retornamos de Taipu de Fora por volta das 15h e pedimos pra Steves, o motorista da nossa jardineira, nos deixar na Ponta do Mutá para assistir o pôr do sol. Escolhemos o Obar Restaurante, que eu já acompanhava nas redes sociais e quis conhecer! O ambiente é lindo e descolado, a cerveja gelada e os petiscos saborosos, mas o ponto máximo é mesmo o pôr do sol… espetacular!! Detalhe que o restaurante encerra as atividades quando o sol se põe.

A noite fomos conhecer a Vila, por lá várias lojinhas abertas, alguns lugares com música ao vivo( e uma ótima diversidade musical) e uma variedade bacana de restaurantes! Tem de todo preço e pra todo gosto! Comemos uma pizza bem saborosa no La Cantina e um amigo nosso comeu sanduíche artesanal no Supremo Grill (os dois restaurantes são vizinhos)!

Vale lembrar que Barra Grande não tem banco! A maioria dos estabelecimentos aceita pagamento com cartão, mas é bom levar uma quantia em dinheiro também!

No último dia por lá fomos fazer um passeio de escuna pelas ilhas! Fizemos com a Agência Ponta da Baleia e foi ótimo! Bom atendimento e o pessoal da escuna dá todas as informações em cada parada.

O roteiro inclui a Ilha da Pedra Furada, Ilha do Sapinho, Ilha do Goió e Ilha dos Campinhos. Esse passeio sai por volta das 10h e retorna às 16h mais ou menos e custou 50 reais por pessoa. (você também pode optar pela lancha que custa 130 reais e vai para as mesmas ilhas e também para a Cachoeira de Tremembé).

Ilha do Goió – Barra Grande – foto: Lua Sampaio

No retorno do passeio fomos nos despedir do sol no rio Carapitangui, então chegou a hora de arrumar a mala e seguir viagem…

Próxima parada: Itacaré!

Itacaré – Bahia – Brasil — foto: Lua Sampaio

De Barra Grande para Itacaré são menos de 100 km. Itacaré já é uma cidade com mais estrutura, as ruas são calçadas, tem bancos e é um pouco maior. Foi onde achei a noite mais agitada em toda a viagem (alô solteiros e solteiras)!

Também tem muitas opções de restaurantes, lojas e gente transitando o tempo inteiro! Quero fazer uma recomendação muito especial: tem um casal que fica vendendo brigadeiros gourmet e trufas em bicicletas muito charmosas na Pituba que é onde acontece todo esse movimento da noite em Itacaré. Não deixem de provar! São muuuito gostosos! Podem dar uma olhada no instagram @amonareta.

Lá ficamos hospedados no hostel e pousada Hi Bahia. Foi minha primeira vez num hostel e gostei bastante! Ele não fica localizado exatamente no centro, mas uma caminhada de 10 a 15 minutos resolve isso! Eles disponibilizam uma bike pros hóspedes, tem estacionamento e diárias a partir de 30 reais. É bem limpo e se você quiser incluir café da manhã é só avisar no dia anterior e pagar 10 reais a mais. Também tem quartos privativos!!

No dia seguinte fomos pra Jeribucaçu. Essa era uma das praias que eu mais queria conhecer e atendeu minhas expectativas! Jeribucaçu fica fora da cidade, fomos de carro até certo ponto e caminhamos por uma trilha de cerca de 25 minutos (tem duas ou três ladeiras cansativas, mas nada que não dê até pra sedentários como eu! Hahaha)

Rio e mar em Jeribuaçu — foto: Lua Sampaio

Lá o rio e o mar se encontram, é delicioso pra passar o dia. Existe uma estrutura de barracas que alugam guarda sol e cadeiras e servem almoço. Pedimos peixe frito que veio acompanhado de salada, farofa de banana e arroz e ficou, em média, 20 reais por pessoa.

Ao lado de Jeribucaçu tem outra praia que aproveitamos pra conhecer, a Praia da Arruda, basta caminhar por uns 10 minutos, a trilha é fácil.

Praia da Arruda – Itacaré – Bahia/ Brasil – foto: Lua Sampaio

No segundo dia de passeio em Itacaré decidimos fazer um tour pelas praias! Começamos pelas praias fora da cidade e conhecemos Itacarézinho, Engenhoca e o mirante do Havaizinho. São praias lindíssimas de mar mais agitado. Itacarézinho foi uma das mais caras que achei e Engenhoca é a queridinha dos surfistas!

As praias lá tem matas lindas ao redor, muitos coqueiros e um mar bem azulzinho… as paisagens são incríveis! Muitas agências fazem um passeio conhecido como passeio das 4 praias que são essas que fomos mais a Camboinhas que não conhecemos. Pode ser uma opção interessante pra quem não ta de carro porque essas praias ficam alguns quilômetros distantes do centro de Itacaré.

Depois retornamos para a cidade e conhecemos as praias Tiririca, Resende, Costa e Ribeira. Ficam uma ao lado da outra! A praia da Tiririca é famosa pois é onde acontece uma das etapas do Circuito Mundial de Surfe! Depois de dar uma passada nelas, paramos na Praia da Ribeira que também tem encontro do rio com o mar e a parte do rio é bem gostosa… água calminha e rasa! Nessa praia também tem tirolesa, mas não saltei dessa vez! Hahaha Tem barracas e nosso almoço na barraca Paradise foi uma delícia e com preço acessível!

Praia da Tiririca – Bahia -Brasil — foto: Lua Sampaio

No fim da tarde fomos para nossa última parada do roteiro: Praia da Concha! É uma praia com mar super tranqüilo, onde tem atividades como SUP e ao lado fica a Ponta do Xaréu, onde sentamos pra ver mais um pôr do sol inesquecível, com som ao vivo e tudo!!

A noite em Pituba teve forrózinho no Jungle Bar, e ao lado vimos o Favela que também é animadinho! Minhas dicas de onde comer em Itacaré são: rodízio de pizza no Cantina d’Italia, hambúrguer maravilhoooso no Bastante Elefante, tapioca nota mil no Araras, brigadeiros nas bicicletas A Monareta e sobremesa delícia no Coffee cool waffle!

Destino 3: Trancoso

Praia dos Coqueiros – Trancoso — foto: Lua Sampaio

Já estávamos no sexto dia da viagem quando pegamos a estrada com destino a Trancoso! Mais de 400 km de distância, mas a estrada tava boa e fomos focados que o cansaço valeria a pena! Hahaha

Enfim, chegamos! Era hora do almoço e, claro, eu já tinha pesquisado algum lugar com preço acessível e boa comida! Encontrei indicação do Restaurante Rabanete, um restaurante a quilo no Quadrado e com uma variedade enorme tanto pro almoço como pra sobremesa! Foi realmente uma ótima escolha!

Depois fomos conhecer as praias dos Nativos e dos Coqueiros… muito bonitas pra variar, ne Baêa? hahaha sou suspeita porque minha terra é um paraíso mesmo ;P !Quando anoiteceu, ainda ficamos petiscando e tomando cerveja no The Coffee Bar Trancoso que é bem gostoso também!

Depois seguimos mais 36 km mais ou menos até o estacionamento em Caraíva Nova.

Última parada: Caraíva

Beco da Lua – Caraíva – Bahia foto: Lua Sampaio

Sim! Eu também não sabia, mas existe Caraíva Nova e Caraíva Velha. Aquela vila charmosinha que vemos nas páginas dos famosos e de turismo é Caraíva Velha, para onde atravessamos de canoa! Isso mesmo! Também só descobri essa parte quando tava chegando e fiquei meio tensa, mas quando vi são só 5 minutinhos e uma travessia bem tranquila!

Agora vamos falar desse lugar que roubou um boooom pedaço do meu coração: Caraíva! Gente, que energia! Que paz! Que lugar mágico! Nem sei explicar direito, mas é um lugar diferente! É lindo, charmoso e as pessoas são educadas, felizes, gratas… também né? Morar num lugar daquele é só gratidão mesmo!

Nosso sétimo dia de viagem e escolhemos fazer um passeio de buggy muito incrível!! Primeiro fomos conhecer Corumbau, que é uma praia maravilhosa que pertence ao Prado, mas fica perto de Caraíva.

Corumbau – Prado – Bahia — foto: Lua Sampaio

Mais um encontro de rio com mar e mais uma praia de água azul turquesa e areia branquinha. O mar é calmo e a paisagem é paradisíaca. Fiquei apaixonada! Almoçamos por lá mesmo e na volta fomos pra um lugar que eu tava com muita muita muita vontade de conhecer e compartilhar: uma reserva indígena para conhecer o Projeto Porto do Boi.

Projeto Porto do Boi —- foto: Lua Sampaio

Assistimos a uma apresentação incrível dos índios Pataxós, conhecemos um pouco da história e cultura deles, cheirei rapé que é feito com ervas medicinais e eles acreditam limpar nossas impurezas (é uma sensação de leveza, mas depois dessa sensação fiquei enjoada e suando muito! Hahaha) e no fim ainda comemos um peixe delicioso que eles fazem na folha da patioba. Juro, esse é um passeio imperdível! Foi muito encantador e, com certeza, inesquecível! (sugestão: leve uma calça ou repelente se você tiver alergia a mosquitos… lembre que você ta indo pro meio da natureza!).

Depois retornamos pra vila, assistimos o pôr do sol na beira do rio Caraíva e voltamos pra Hospedaria Caraíva que foi onde estávamos hospedados. Uma pausa pra falar da hospedaria: que lugar gostoso! Foi um acerto muito grande escolher essa hospedagem! Primeiro porque é super bem localizada, perto da praia, do rio e do Beco da Lua, segundo porque fomos muito bem recebidos pelos cariocas Fernanda e Vitor e terceiro porque os quartos são super aconchegantes e confortáveis! Amei!

A noite fomos no famoso Beco da Lua! Lá tem vários locais pra comer e tem música ao vivo. Uma vibe bem gostosa, um lugar todo coloridinho e charmoso! Comi boaaas fatias de pizza por lá junto com minha cervejinha!

Então chegou nosso último dia de passeio… que tristeza né? Queria mais uma semana caraivando! Hahaha Nesse dia íamos fazer o passeio pra Praia do Satu e Praia do Espelho, mas a maré tava cheia o dia inteiro e nos falaram que não valeria a pena por isso. Então desistimos, e fomos pra praias na vila mesmo. Fomos até a Praia da Barra, vimos o rio Caraíva desaguar no mar (lindo como sempre!) e resolvemos ficar em uma barraca contemplando o paraíso!

Escolhemos a barraca Coco Brasil que era próxima da nossa hospedaria e foi uma ótima escolha! Lá tem a loja Lira Caraíva com tudo de lindo entre mochilas, roupas e acessórios e tem um quiosque que serve um açaí com cupuaçu que desejei agora só de lembrar!

No fim da tarde voltamos pra hospedaria pra descansar um pouco e aproveitar nossa última noite nesse pedacinho de céu na terra que é Caraíva! Fomos na pracinha, paramos pra curtir um pouco o pagode que tava rolando no Mangaba, jantamos no Restaurante Quintal, que é muito bom por sinal, e fomos dormir porque no outro dia a estrada era muuuuito longa até voltar pra casa!

Ah Bahia… como eu amo ter nascido tua! Sim… eu moro onde vocês passam férias ;P! E continuem vindo passar as férias por aqui, esperamos vocês de braços abertos!

700km de gratidão em 8 dias mágicos e felizes!

Caraíva — foto: Lua Sampaio

Quer ver mais fotos?? Busque a #8diasdeBahia e siga o @meussonhosnamala lá no Insta!

Meus parceiros nessa trip:

Barra Grande:
– Pousada Tortuga – (73) 3258 6252 / 99829 3140 – instagram: @pousadatortugabarragrande
– Agência Ponta da Baleia – (73) 3258 6049 / 99845 5972 – instagram: @pontadabaleia
Itacaré:
-Hi Bahia Hostel e Pousada – (73) 98103 7612 – instagram: @hibahiaitacare
Caraíva:
– Hospedaria Caraíva – (73) 99859 4766 / (21) 97918 7800 – instagram: @hospedariacaraiva
– Caraíva Passeio- (73) 99825 8962 – instagram: @caraivapasseio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s